Buscar
  • Daniele Scherer

Doenças reumáticas e vacinas para Covid - 19: O que temos até o momento?

Recentemente a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) publicou algumas orientações sobre esse assunto. A última atualização do Ministério da Saúde incluiu pacientes de 18-59 anos com doenças crônicas (comorbidades) e pacientes com deficiência permanente grave no grupo de pacientes prioritários para a vacinação. Sendo assim, estão incluídos pacientes com artrite reumatoide, espondiloartrites, artrite psoriásica, lúpus sistêmico, esclerose sistêmica (esclerodermia), Síndrome de Sjögren primária, miopatias inflamatórias e vasculites.


Até o momento, não temos evidência quanto à segurança e eficácia das vacinas contra a Sars-Cov2 na população com doenças reumáticas autoimunes. Por isso, vale lembrar que a decisão de vacinar deve ser individualizada, considerando idade, doença de base, medicações em uso, atividade da doença e comorbidades. Sempre melhor vacinar se a doença reumatológica estiver controlada! Se atividade grave ou imunossupressão a decisão deve ser compartilhada com o reumatologista.


Também está recomendado não realizar a vacinação concomitante para outras doenças, como Influenza - aguardar 14 dias entre as vacinas. Não há orientação de pausar as medicações para vacinar!


Em resumo, a decisão por vacinar deve ser compartilhada entre o paciente e o médico reumatologista. É necessário considerar o risco epidemiológico, de ativação da doença, e, principalmente, ressaltar que a resposta à vacina e sua duração podem ser comprometidas, reforçando a necessidade de manter medidas protetivas.

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo